5 dicas essenciais para montar sua árvore genealógica



Muitas pessoas nos procuram querendo saber como fazemos para montar uma árvore genealógica. Por isso, resolvemos escrever esse post dando dicas essenciais para todos aqueles que desejam iniciar o processo de construção de sua árvore familiar. Vamos lá:


1 - Não se precipite. Quando começamos nossa árvore genealógica, somos tentados a imediatamente juntar todas as informações que encontramos sem verificar cuidadosamente o material que está na nossa frente. Nossa primeira dica é que você comece seu trabalho organizando todas as informações que você tem. Separe os documentos paternos dos maternos e reveja cada informação, partindo de você e seus pais em diante.


2 - Pesquise um antepassado por vez. Conforme encontramos informações, temos a tendência de perder o foco e partir de um ancestral para outro sem terminar nenhuma pesquisa. Nossa sugestão é que você foque em um antepassado por vez e anote todos os dados que encontre sobre aquela pessoa: onde ele nasceu? casou mais de uma vez? quantos filhos teve? Essas informações podem ser muito úteis no prosseguimento do seu projeto. Por exemplo: se você tem a certidão de óbito do seu avô dizendo que morreu em 1978, você saberá que o homônimo que encontrou e que se casou em 1982 certamente não era seu avô.


3 - Converse com parentes mais velhos. Seus parentes podem ajudá-lo com locais de nascimento e óbito que lhe pouparão muito tempo de pesquisa. Assim, será mais fácil saber o cartório onde estão os registros da sua família. Parentes mais velhos também costumam guardar fotos e documentos preciosos que podem te dar dicas sobre a origem de sua família, com quem se casaram e até mesmo se algum deles participou ativamente de alguma guerra.


4 - Utilize diversas fontes de pesquisa. Atualmente, a Internet nos possibilita acesso a uma imensidão de informações sem sair de casa, basta nos dedicarmos e termos resiliência. Nossa sugestão é que você não busque estritamente registros civis e paroquiais - mas que veja jornais e revistas antigas, pesquise em sites de genealogia e entre em grupos de genealogia nas redes sociais. Você aprenderá muito sobre pesquisa e terá uma rede de apoio para tirar dúvidas e compartilhar experiências.


5 - Cogite fazer um teste de DNA para verificar sua ancestralidade. Testes de DNA são preciosas ferramentas de apoio à pesquisa genealógica documental. Na maioria deles, você terá acesso à "matches", ou seja, pessoas que compartilham parte do DNA com você e que também estão montando suas árvores. Embora seja necessário um pouco mais de conhecimento genético para decifrar matches mais distantes, os testes de DNA são uma boa opção para quem deseja conhecer um pouco mais sobre sua composição genética. Alguns dos testes mais populares são FamilyTree, Ancestry, MyHeritage e 23andMe.


Por último, não desanime. As pessoas que montam suas árvores rapidamente e sem dificuldades são exceções. A genealogia é um trabalho árduo, cheio de dias "sem resultados" e com alguns obstáculos que parecem ser invencíveis. O importante é manter o foco, voltar lá no começo e verificar cada detalhe que você já sabe sobre seu antepassado que possa te dar uma dica de onde mais procurar. Caso necessite de ajuda mais especializada, verifique nossos serviços!


Um grande abraço,

Equipe Porto de Chegada

  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • LinkedIn

© 2020 by Porto de Chegada Genealogia.

Rio de Janeiro, Brasil