Histórias de Família: verdade, verdadeira?

Todos nós já escutamos histórias de família que nos fazem questionar se o que ouvimos é verdade ou é lenda. Geralmente, essas histórias imitam aquela brincadeira infantil de "telefone sem fio" - os detalhes tendem a se perder ou, até mesmo, a mudar de geração em geração. Então, como fazer para descobrir se aquela história que ouvimos é verdade?


Pense. Primeira coisa a fazer é analisar se aquela história faz sentido. Por exemplo: se a história da família conta que o seu antepassado lutou em uma guerra, pergunte-se: ele tinha idade para se alistar? Ele morava em um país atingido pela guerra? O alistamento era obrigatório ou ele teria motivos pessoais para se alistar? Às vezes, apenas analisando a história que ouvimos já podemos levantar suspeitas ou chegar mais perto de confirmar a sua veracidade.


Procure. Procure documentos ou objetos que podem ajudar a solucionar esse mistério. Muitas vezes encontramos um diário ou uma Bíblia perdida com informações surpreendentes. Ou aquela foto de família que você já viu muitas vezes, mas nunca parou para analisar época, cenário ou idade das pessoas que estão nelas.


Pesquise com imparcialidade. Muitas vezes queremos tanto comprovar (ou desacreditar) uma história que não analisamos os fatos com imparcialidade, buscando apenas confirmar que "estávamos certos" quanto à nossa suspeita. Um bom investigador deve sempre priorizar a imparcialidade.


Mas e se o que eu descobrir sobre minha história familiar me desagradar? Bom, esse é um assunto para um próximo post! Fique ligado e boas pesquisas!


Quer ver a história da sua família contada aqui? Escreva para a gente!


#historias #genealogia #familia #origens

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • LinkedIn

© 2020 by Porto de Chegada Genealogia.

Rio de Janeiro, Brasil