Quem busca nobreza encontra pobreza. Quem busca pobreza encontra realeza.

A pesquisa #genealógica é uma caixinha de surpresas. Por mais que ouçamos histórias sobre a nossa #família, só a pesquisa documental pode comprovar os rumores que ouvimos. Mais do que isso, a procura por nossos ancestrais sempre traz novas descobertas. O dizer do título desse post é conhecido no mundo da #genealogia e, muitas vezes, comprovado no dia a dia. Por mais que tenhamos interesse em descobrir #antepassados famosos e endinheirados, o foco principal da pesquisa deve ser sempre o de entender melhor sobre quem somos e de onde viemos, caso contrário, a genealogia poderá nos decepcionar.

Em algumas #pesquisas, encontramos oficiais imperiais, amigos de reis, fazendeiros ricos e barões e baronesas. Em outras, encontramos #parentes perseguidos por causa de sua religião, escravizados por causa de sua cor ou aniquilados por serem nativos. Muita gente acaba por se decepcionar com essas últimas descobertas, negando suas origens e perdendo a oportunidade de ver a beleza de cada #história. O brasileiro, em especial, é privilegiado com um pouquinho de cada uma dessas histórias. Vemos genealogias brasileiras tão diversas que ficamos maravilhados! #Ancestrais #europeus, #indígenas, #árabes e #africanos muitas vezes em uma mesma árvore! Cada um desses ancestrais contribuiu como pôde para a vinda de suas futuras gerações. Nosso conselho é: não se orgulhe de apenas parte da sua genealogia, seja grato por todos aqueles que vieram antes de você. Eles podem não ter deixado títulos e riquezas, mas temos certeza que eles deixaram um legado: você. Agora, corre lá e comece sua árvore!

#arvoregenealogica #origens #genealogy

  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • LinkedIn

© 2020 by Porto de Chegada Genealogia.

Rio de Janeiro, Brasil